Na 4ª Corrida De Rua 8k AUSTA, Atletas Dão Exemplos De Superação, Amor à Vida E Ao Esporte

Na 4ª Corrida de Rua 8k AUSTA, atletas dão exemplos de superação, amor à vida e ao esporte

Campeões da prova, Miguel Luciano, de São Carlos, e Franciele Oliveira, de Astorga (PR), elogiam organização e percurso da prova

Com a participação recorde de 700 atletas, a 4ª Corrida de Rua 8K AUSTA teve a vitória de Miguel Luciano, de São Carlos, que disputou pela equipe ASA, de Rio Preto, completando-a em 25 minutos e 44 segundos. No feminino, Franciele Maria de Oliveira, de Astorga (Paraná), atleta da equipe Outdoor, venceu com o tempo de 29 minutos e 7 segundos. A prova foi disputada na manhã deste domingo, com largada ao lado da sede do AUSTAclínicas e do AUSTA Hospital e dois percursos diferentes: corrida de oito quilômetros e caminhada de quatro quilômetros.

“Parabéns aos campeões de cada categoria, nós da AUSTAclínicas temos certeza de que todos os atletas sentem-se vencedores, pois atingiram seus objetivos, praticam atividade física, exercitam o bem estar e se confraternizam com alegria, que é o que o Grupo Austa deseja ao promover este evento há quatro anos”, afirmou Rafael Chanes, gerente geral da AUSTAclínicas e que também correu a prova.

Histórias de amor ao esporte e superação realmente permearam os 8 quilômetros da 8K AUSTA, como a da vencedora Franciele, que perdeu o pai em fevereiro passado. “Ele era o meu maior incentivador e sua falta só me dá mais força”, confessou a corredora. “Fica mais fácil superar essa perda participando de provas como esta, em que todos participam com muita alegria. O percurso é muito bom, lindo e a organização está de parabéns”, completou a campeã.

Foi a mesma avaliação de Miguel Luciano, que comemorou a vitória dando um soco no ar, ao cruzar a linha de chegada. “Vou voltar nos próximos anos. Tudo foi perfeito”, concluiu.

A 8K AUSTA atrai também atletas muito especiais, exemplos de tenacidade, como a menina Marina Joia, de 5 anos, e o menino Gabriel Donegar, de 13 anos. Ela, portadora de Síndrome de Down, ele, com paralisia cerebral, percorreram os oito quilômetros em hand-bikes, levados por seus familiares praticantes da corrida.

Como tem ocorrido em várias provas, Mariana cruzou a linha de chegada caminhando, conduzida por sua avó, a técnica de enfermagem Sônia Joia, de 46 anos. “Marina é nossa inspiração e um exemplo da luta pela inclusão dos milhões de pessoas como ela em nossa sociedade”, declarou a avó, emocionada, abraçando o namorado Paulo Mariano, que também completou a corrida.

Saúde, bem estar, amor, confraternização. Sentimentos que afloraram na 4ª Corrida de Rua 8K AUSTA e que se expressam nas palavras de Antônio Donegar ao demonstrar que ele e filho são uma só pessoa. Perguntado se estavam satisfeitos com o tempo, afirmou: “Nós acabamos de disputar a meia maratona do Rio. Estamos lesionados, por isso, não fomos tão bem.”

Grupo AUSTA de Corrida

Para cerca de 30 participantes, completar a 8K AUSTA  teve ainda um outro sabor especial. São colaboradores do AUSTA que, há três meses, aceitaram o convite para formar o Grupo AUSTA de Corrida em parceria com o Sesc, para praticar, se aprimorar na corrida e se preparar para disputar a corrida.

Premiação da 8K AUSTA

A 8K AUSTAclínicas distribuiu 120 troféus para os cinco primeiros colocados de cada categoria. Na corrida, os cinco primeiros colocados da classificação geral, feminina e masculina receberam, além de troféus, premiação em dinheiro, sendo: 1º lugar: R$ 500; 2º lugar: R$ 400; 3º lugar: R$ 300; 4º lugar: R$ 200; e 5º lugar: R$ 100. Todos os outros participantes que concluíram a caminhada e a corrida levaram medalha para casa.

That Facebook ID is unauthorized for use, please go to Settings and add it.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.