Junho Vermelho – Doação De Sangue

Junho Vermelho – Doação de Sangue

O Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado em 14 de junho, mas durante todo o mês acontecem ações de conscientização, que chamam a atenção para a importância da doação de sangue, é o chamado Junho Vermelho.

A campanha é organizada pelo Movimento “Eu Dou Sangue pelo Brasil”, com o objetivo de incentivar os brasileiros a doarem sangue, tornando a prática um hábito.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que entre 3% e 5% da população de um determinado país seja doadora de sangue, mas os números no Brasil ainda estão em débito, já que apenas 1,9% da população assume a responsabilidade de doar sangue periodicamente. Em geral, no inverno, bem como em períodos festivos que envolvem fim de ano e Carnaval, as doações caem cerca de 30%, deixando muitos hemocentros e bancos de sangue em situações críticas, especialmente se houver emergências.

No Brasil, são coletadas anualmente 3,6 milhões de bolsas de sangue, correspondendo a 3,1 milhões de transfusões em ambulatórios e hospitais.

O sangue é composto por hemácias, plaquetas, plasma, leucócitos, fator VII ou crio precipitado. Todos eles podem ser usados separadamente, dependendo do quadro de cada paciente, e todos têm prazos de validade, por isso a importância das doações de sangue ser contínuas.

Durante todo o mês de junho, monumentos de várias cidades brasileiras estão iluminados de vermelho, chamando a atenção para o tema.

Junho Vermelho

Quem pode doar sangue?

– Homens e mulheres com idade a partir de 18 até 69 anos, 11 meses e 29 dias.

– Jovens de 16 e 17 anos são aceitos na doação se acompanhados dos pais e/ou responsável legal.

– Após 60 anos, ambos os sexos, podem doar a cada seis meses.

– O doador deve estar em boas condições de saúde (sem gripe, resfriado, diarreia ou alergias), sem feridas e/ou machucados pelo corpo ou na boca.

– Homens e mulheres que tenham mais de 50 quilos.

– Pessoas alimentadas (o doador não deve estar em jejum). Fazer refeições leves e não gordurosas nas últimas quatro horas que antecedem a doação.

– Quem não tenha ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas que antecedem a doação.

– Que não tenha fumado nas duas horas que antecedem a doação.

– Que tenha feito exame de endoscopia há mais de seis meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.