Glaucoma – Sintomas, Diagnóstico E Tratamento

Glaucoma – Sintomas, Diagnóstico e Tratamento

TV AUSTA com o Dr. José Renato Duarte sobre os sintomas, o diagnóstico e o tratamento do Glaucoma. Você tem mais informações no Blog do AUSTA pelo link: https://www.austa.com.br/cegueira-causada-pelo-glaucoma/

Transcrição do Vídeo:

Eu diria que o glaucoma é uma doença que tem muito pouco sintomas e muito pouco sinais, uma vez não diagnosticado e não tratado o glaucoma conduz a uma perda visual inicialmente periférica, os pacientes perdem a lateralidade, o campo visual periférico e continuando a evolução da doença e não havendo de fato, um tratamento efetivo, o final é mesmo a perda visual total, a cegueira, o glaucoma é a segunda principal causa de cegueira irreversível no mundo.

Existem alguns fatores, alguns grupos aonde o glaucoma é mais comum, eu destaco a hereditariedade, a história de família, o glaucoma é mais comum quando você tem um parente em primeiro grau. Pai, uma mãe, um irmão, a doença se torna 10x mais frequente neste grupo. Negros, que têm uma importância grande no Brasil, é mais comum, é mais agressivo no negro e também mais frequente nos hipertensos, também mais frequente nos míopes.

Informação, uma consulta de rotina periódica aonde de modo simples, indolor e obtido facilmente, nós podemos medir a pressão intraocular que é o principal fator de risco para o desenvolvimento do glaucoma e analisar o fundo de olho onde tudo acontece.

O nervo óptico é onde ocorre a lesão glaucomatosa, então uma consulta de rotina e a disseminação de informações através de campanhas, é a melhor forma de se prevenir o dano visual por glaucoma.

Existe uma sequência lógica de tratamento do mais simples para o mais complexo, o tratamento padrão envolve o uso de colírios que vão atuar abaixando a pressão do olho, a pressão intraocular. Não havendo efetividade ou não havendo uma boa tolerância do paciente, alternativas existem e são bem realizadas, seriam elas:

O tratamento a laser, a trabeculoplastia a laser ou SLT. Não havendo indicação, não havendo sucesso, a cirurgia convencional, a chamada trabeculectomia e por fim em casos mais refratários, aonde a doença não responde bem as terapêuticas anteriores, o implante de válvulas, sem dúvida nenhuma a mais conhecida, a válvula de Ahmed.

Todos esses tratamentos tem um objetivo único, a redução da pressão intraocular e assim, evitar o dano no nervo óptico.

Confira outras informações como essa, no Blog do AUSTA. Acesse: www.austa.com.br/blog

This Post Has One Comment
  1. Sou paciente do Dr. Duarte a 4 anos e sou portador de glaucoma angulo aberto, já fiz 02 cirurgias em ambos os olhos e graças a Deus minha pressão intraocular esta estabilizada conforme diretrizes do excelente médico, que se preocupa com seu paciente , transmite segurança, informa com muitos detalhes sobre o tratamento.
    Um médico muito bom, humano e recomendo para as pessoas com este problema, que o procurem na HO Redentora aonde trabalha, agradeço a Deus e Santa Luzia por te-lo encontrado.
    Tenho convênio com Austa clinicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.