CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

As várias formas de fazer o bem

Compartilhar

O início de mais um ano é época que naturalmente, leva a avaliarmos nossas vidas e, dentre outros aspectos, desponta o espírito de solidariedade.

Ser solidário é ter empatia pela condição do outro e colaborar ativamente para que haja uma transformação na realidade do próximo e, consequentemente, da sociedade.

Há várias maneiras de exercitar a solidariedade, desde simples gestos até ser voluntário em uma causa social, por exemplo. Aqui vão algumas dicas de praticá-la.

Apoiar ou atuar em causas sociais – são inúmeras existentes em sua comunidade ou no país, a maioria voltada ao bem de crianças, adolescentes, idosos, animais, melhoria da educação e saúde, dentre outras.

Destinar imposto de renda a entidades – As pessoas físicas e as pessoas jurídicas podem destinar parte do imposto de renda que vai beneficiar crianças e idosos. As físicas até 3% do imposto e as jurídicas, até 1%. A destinação é feita ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente ou Fundo Municipal dos Direitos do Idoso de sua cidade, que repassarão às entidades que cuidam de crianças, adolescentes e idosos.

Doar itens de casa – móveis, roupas, sapatos, utensílios domésticos… Todos nós temos objetos que não utilizamos. É hora de organizar a casa e ainda ajudar o próximo.

Doar sangue – é um gesto que salva muitas vidas e ainda mais imprescindível nesta época de férias, quando os estoques dos hemocentros estão baixos.

Incentivar ou ajudar alguém a largar o vício – Palavras de apoio e gestos de respeito com quem está tentando largar um hábito prejudicial são fundamentais durante o processo. Se o amigo parou de fumar, evite levá-lo a ambientes que tenham muitas pessoas fumando, por exemplo.

Convidar quem precisa de atividade física a iniciá-la – convide o amigo que sabe que precisa praticar exercícios, mas reluta, para começar já. É muito mais fácil encarar o desafio ao lado das pessoas queridas. Exercícios transformam a vida, melhorando desde a qualidade do sono até sua autoestima.

Oferecer seu lugar para quem precisa – ceda o seu lugar no ônibus ou qualquer lugar a quem precisa, mesmo que essa pessoa não seja preferencial. Além de fazer o bem, o gesto solidário tem efeitos positivos no corpo. Ficar em pé alivia a tensão dos músculos do quadril e da coluna lombar, já que as vértebras ficam menos comprimidas.

Ajudar pessoas com algum tipo de deficiência –  um apoio para caminhar ou aquela ajuda para atravessar a rua são atitudes que fazem toda a diferença e não demandam muito tempo.

Oferecer o ombro amigo – mostrar-se interessado nos problemas do outro e disponível para ouvir e ajudar é um grande alívio para esta pessoa. Muitas vezes, você irá ajudá-la a encontrar a solução ou ao menos aliviar-lhe a pressão.

 

Fontes: Prefeitura de Bady Bassitt, Ministério Público do Paraná, Portal da Contabilidade e Fundação Telefônica.

Tags:

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *