CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

UTI Geral do AUSTA hospital conquista o selo “UTI Eficiente”, concedido às melhores unidades do país

Compartilhar

A Unidade de Terapia Intensiva Geral do AUSTA hospital conquistou o selo “UTI Eficiente 2019”, concedido pela Epimed Solutions às unidades de todo o país que apresentam boa eficiência clínica. A UTI do AUSTA hospital obteve o selo na categoria UTI Geral 1, uma das 169 unidades consideradas “eficientes”, num universo de 800 avaliadas em todo o Brasil.

A certificação atesta que a UTI Geral do AUSTA hospital atende aos mais altos padrões de assistência e qualidade, seguindo rigorosamente as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Como médico intensivista e coordenador da UTI geral, o presidente do Grupo AUSTA, Mario Jabur Filho, ressalta que o selo “UTI Eficiente 2019” demonstra à população a qualidade e a segurança do atendimento prestado nesta unidade. “Este selo é resultado do profissionalismo e da dedicação de todos os profissionais que trabalham em nossa UTI e das diretorias e lideranças do Grupo, empenhadas em oferecer todas as condições para termos uma unidade segura e eficiente”, afirmou Dr. Jabur.

Para avaliar a unidade do AUSTA e conceder-lhe o selo, os médicos intensivistas que compõem o corpo diretivo da Epimed basearam-se numa matriz gerada pelo Sistema Epimed Monitor, que reúne parâmetros referências de UTIs de todo o país.

O sistema está presente em mais de 750 UTIs de 400 hospitais brasileiros, que totalizam 11.000 leitos, nos quais mais de 1 milhão de pacientes estiveram internados no ano. “Possuímos a maior base de dados clínicos e epidemiólogicos da América Latina para que possamos elaborar a nossa matriz de eficiência”, afirma Carlos Reis, presidente da Epimed Solutions.

Entre os principais indicadores avaliados na UTI do AUSTA hospital estão tempo de internação do paciente e taxas de óbito e de infecção. “O acompanhamento e a análise de indicadores de eficiência permitem a avaliação, ao longo do tempo, de uma UTI e de sua comparação com outras unidades, além de auxiliarem na identificação de fatores modificáveis para a melhoria de qualidade, redução de custos e ganhos de eficiência”, diz Dr. Reis.

Uma UTI é certificada como eficiente se, no ano anterior, apresentar taxas de mortalidade (TMP) e de utilização de recursos (TURP) padronizadas de acordo com o escore SAPS3 entre a mediana e o tercil inferior (TMP e TURP entre os percentis 33 e 50).

O certificado tem validade de um ano. Para sua manutenção, a Unidade precisa se submeter novamente aos critérios de avaliação da empresa certificadora.

A Epimed está presente em mais de 450 hospitais da Europa e da América Latina. É especializada em soluções para gestão de informações clínicas e epidemiológicas, que melhoram a eficiência do atendimento hospitalar e a segurança do paciente.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *