CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

Teste do Pezinho

Compartilhar

O Teste do Pezinho é um exame simples, rápido e feito a partir de gotas de sangue coletadas do calcanhar do bebê. Sua finalidade de impedir o desenvolvimento de doenças que, se não tratadas, podem levar à deficiência intelectual e causar outros prejuízos à qualidade de vida das pessoas.

A iniciativa de trazer o teste para o Brasil foi da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), em 1976. Essa movimentação deu origem à lei que conferiu o direito a todo recém-nascido brasileiro de realizar o Teste do Pezinho, por meio do Programa Nacional de Triagem Neonatal. Atualmente, toda criança nascida em território brasileiro tem direito ao Teste, gratuitamente.

O material deve ser colhido entre o terceiro e 28º dia de vida do bebê. No Austa Hospital os exames são feitos todas as sextas-feiras, com agendamento prévio, para facilitar a vida dos pais. Depois o material segue para o laboratório da APAE de São Paulo e o resultado pode ser retirado no hospital, 30 dias depois.

Quanto antes o diagnóstico dessas doenças for feito, mais facilmente será o tratamento e, consequentemente, melhor o resultado.

O Teste do Pezinho Básico (gratuito) é capaz de identificar:

  • Fenilcetonúria: doença genética caracterizada pela ausência ou carência de uma enzima ligada ao metabolismo do aminoácido fenilalanina, podendo comprometer o desenvolvimento neurológico da criança.
  • Hipotiroidismo Congênito: baixa produção dos hormônios da glândula tireóide, essenciais para o desenvolvimento do sistema nervoso.
  • Anemia Falciforme: hereditária, pode prejudicar os glóbulos vermelhos, levando oxigenação deficiente ao organismo.
  • Hiperplasia Adrenal Congênita: anormalidade das glândulas suprarrenais. Pode causar perda exagerada de sais e aumento de potássio, levando até a morte.
  • Fibrose cística: doença genética que compromete o funcionamento das glândulas exócrinas (que produzem substâncias como muco, suor ou enzimas pancreáticas).
  • Deficiência de Biotinidase: doença genética caracterizada pelo mau funcionamento de uma enzima. Causa convulsões, atraso no desenvolvimento e fraqueza muscular.

O Teste do Pezinho Mais (rede particular), além das seis doenças citadas, é capaz de diagnosticar:

  • Deficiência de G-6-PD: doença genética associada ao cromossomo X. A enzima é a única que protege os glóbulos vermelhos de fatores oxidantes.
  • Galactosemia: doença genética caracterizada pela incapacidade do organismo de metabolizar a galactose (tipo de açúcar) em glicose.
  • Leucinose: doença hereditária em que o organismo não consegue processar corretamente certos aminoácidos.
  • Toxoplasmose Congênita: doença genética que podem levar à cegueira, surdez, e retardo de desenvolvimento.

Tem ainda o Teste do Pezinho Super, considerado um dos mais completos testes de triagem neonatal existentes.

Ele inclui o diagnóstico do Teste Mais, e outros 38 diagnósticos de aminoacidopatias, defeitos do metabolismo dos ácidos graxos e das acidemias orgânicas.

Tags:

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *