CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

AUSTA realiza palestra para conscientizar sobre importância de ser doador de órgãos

Compartilhar

Em 27 de setembro é comemorado o Dia Nacional da Doação de Órgãos. O Noroeste do Estado de São Paulo é uma das regiões do Brasil em que a população mais adere ao ato solidário de doar. São 48 doadores por milhão de habitantes, três vezes maior do que a média do país (16 doadores/milhão).

Esta adesão é resultado, em parte, do trabalho feito pelos profissionais de hospitais como o AUSTA, que na noite da última quarta-feira (25) realizou mais uma ação para conscientizar a todos sobre a importância de ser doador de órgãos e tecidos.

Em seu auditório, a Instituição recebeu o médico nefrologista João Fernando Picollo, coordenador da Organização de Procura de Órgãos (OPO) de Rio Preto e região.

Embora o AUSTA hospital possua uma comissão e profissionais preparados para abordar a família do doador em potencial e conduzir todo o processo de doação, a instituição fez questão de reforçar para os profissionais de seus vários setores como podem contribuir para que o processo ocorra da maneira correta.

Dr. Picollo explicou quem pode ser doador, como é feito o diagnóstico de morte encefálica, a avaliação do potencial doador, como é feita a abordagem à família em momentos tão difíceis com a perda do ente querido, entre outros pontos.

O coordenador da OPO elogiou a iniciativa do AUSTA hospital. “Ter cada vez mais profissionais capacitados e envolvidos foi fundamental para que nossa região alcançasse esta posição de destaque no país”, disse Dr. Picollo.

É por ter consciência do papel do AUSTA para o aumento dos doares que palestras como esta são importantes, destaca Aline Garbo, responsável pela Comissão Intra Hospitalar de Transplante do AUSTA hospital. “Temos muito a fazer, pois há hoje mais de 30 mil brasileiros esperando por um órgão.”

 

Fonte: Organização de Procura de Órgãos (OPO).

Tags:

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *