CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

Hipertensão arterial: prevenção e cuidados

Compartilhar

O infarto e o AVC são apenas duas das muitas complicações graves cuja principal causa é a hipertensão arterial no Brasil e no mundo.

Em caso de dor forte no peito e falta de ar intensa, a pessoa pode estar sofrendo um infarto.
Se sofrer de perda de movimentos ou dificuldade para falar, é sinal que pode estar sofrendo um AVC (acidente vascular cerebral).
Portanto, neste Dia Mundial da Hipertensão Arterial, cuide de sua saúde e do seu coração.

A prevenção se faz com ações simples:

– Consultar-se com um cardiologista ao menos uma vez por ano;
– Medir a pressão arterial com frequência;
– Diminuir o consumo de sal;
– Evitar o excesso de álcool;
– Ter uma alimentação saudável;
– Evitar gorduras;
– Praticar atividade física, mesmo dentro de casa.

Com o isolamento social e a preocupação com a pandemia, é natural o aumento da ansiedade, que também pode contribuir para o aumento da pressão arterial.
Por isso, é muito importante ter atitudes que diminuam o estresse, como conversar com parentes e amigos por meios digitais, ler um bom livro, assistir filmes e até praticar técnicas de meditação e relaxamento.

Para a pessoa que têm pressão alta e faz uso de medicação, é fundamental não deixar de tomar os medicamentos para controlar a pressão arterial, mesmo infectada com o novo coronavírus.

Cuide-se!

Há evidências em todo o mundo de que pessoas com doenças cardiovasculares estão evitando ir ao hospital ou procurar um serviço médico com receio de se infectar pelo coronavírus.
É fundamental consultar o médico ou serviço de saúde com frequência, sobretudo para esclarecer as dúvidas antes de qualquer mudança.
As pessoas devem ficar atentas para os sinais de alarme para estas doenças, como: dor forte no peito, falta de ar intensa, perda de movimentos ou dificuldade para falar. Isso pode significar complicações graves da hipertensão arterial. Nesta situação, o paciente deve procurar um serviço de emergência para ser tratado.
A Sociedade Brasileira de Hipertensão reforça que, além de adotar todas as medidas para a prevenção do COVID-19, é indispensável continuar cuidando sempre da sua pressão arterial.

 

 

 

 

Tags:

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *