CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

Grupo Austa comemora o Dia Mundial da Alfabetização

Compartilhar

8 de setembro, comemora-se o Dia Mundial da Alfabetização, data instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) e pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

Com a data, ONU e Unesco querem estimular a discussão de questões relacionadas com a alfabetização em todo o mundo, bem como fomentá-la em vários países.

Dia Mundial da Alfabetização tem grande relevância para o Grupo AUSTA, pois a instituição acredita que a educação exerce papel primordial para que crianças e adultos tenham acesso ao conhecimento e informações que lhes proporcione condições de lhes assegurar saúde e bem estar.

O AUSTA busca ser um agente de promoção da educação e uma das iniciativas é a parceria que mantém há dois anos com o Instituto Educacional Casa da Criança, de São José do Rio Preto.

Esta importante entidade filantrópica da cidade atende 100 crianças de 6 a 14 anos, de famílias em vulnerabilidade social, moradoras de bairros da zona norte da cidade.

Na Casa da Criança, as crianças permanecem no período do dia em que não estão na escola. Elas participam de atividades lúdicas e educativas, que complementam sua formação enquanto cidadão.  

O Grupo AUSTA acredita que parcerias, como a que mantém com o Instituto Educacional Casa da Criança, são importantes elos de uma grande corrente da sociedade para reverter os índices de analfabetismo, ainda insatisfatórios no Brasil.

Dia da Alfabetização joga luz sobre problema no Brasil

No Brasil, 11,5 milhões de pessoas ainda não sabem ler e escrever, segundo os dados mais atualizados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A taxa de analfabetismo da população com 15 anos ou mais de idade no Brasil caiu de 7,2% em 2016 para 7,0% em 2017, mas não alcançou o índice de 6,5% estipulado, ainda para 2015, pelo Plano Nacional de Educação (PNE).

No mundo, a baixa alfabetização afeta 758 milhões de adultos, dos quais 115 milhões têm entre 15 e 24 anos, segundo relatório da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) divulgado em 2017.

O Índice de Desenvolvimento Humano está intrinsecamente relacionado com a alfabetização e com o letramento.

Quanto maior o acesso ao conhecimento e à cultura letrada, maiores são as chances de a pessoa conseguir um bom emprego e, por consequência, ganhar um salário que atenda suas necessidades – saúde, alimentação, moradia, cultura, lazer, entre outras.

Fontes: www.nacoesunidas.org;  www.mundoeducacao.bol.uol.com.br e www.agenciadenoticias.ibge.gov.br

Instituto Casa da Criança:  

Av. Mirassolândia, 1950 – Jardim Mugnaini, São José do Rio Preto – SP
Telefone (17) 3236-1960

Tags:

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *