CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

Tags:

Campanha do AUSTA hospital sobre sepse é eleita uma das 3 melhores do Brasil

Compartilhar

O AUSTA hospital conquistou o terceiro lugar em concurso nacional promovido pelo Ilas (Instituto Latino-Americano de Sepse), disputado com outros hospitais e instituições de saúde de todo o Brasil. O concurso é uma das ações promovidas pelo Ilas por ocasião do Dia Mundial da Sepse, comemorado em 13 de setembro.

O Ilas divulgou os três hospitais brasileiros que fizeram as melhores campanhas para falar da sepse e de suas ações preventivas voltadas a pacientes, acompanhantes, demais pessoas que passam pela instituição e funcionários.

“Estar entre os ganhadores do prêmio é mais um reconhecimento do trabalho que o AUSTA hospital desenvolve com seus colaboradores, sempre com o propósito de oferecer assistência segura e humana aos nossos pacientes e clientes, buscando melhorar continuamente”, afirmou o enfermeiro Gilson Oliveira, responsável pelo NEP (Núcleo de Educação Permanente) do AUSTA hospital, organizador da campanha.

A campanha, que tem como tema proposto pelo Ilas “Como Otimizar a Alta do Paciente Séptico”, foi feita no AUSTA hospital em duas datas.

No Dia Mundial da Sepse, balões pretos e laranjas, cores símbolos da data comemorativa, enfeitaram a recepção principal, onde enfermeiras e profissionais da administração entregaram folders educativos elaborados pelo Ilas a pacientes e acompanhantes, enquanto lhes deram mais informações sobre sepse e esclareceram dúvidas.

No dia 17 de setembro, a campanha ganhou o AUSTA hospital. As equipes do NEP e da CCIH (Comissão de Controle de Infecção Hospitalar) visitaram os setores do hospital munidos de um banner, no qual funcionários eram convidados a colar fotos associadas aos sete sinais de alerta da sepse – febre ou temperatura corporal baixa, coração acelerado (taquicardia), respiração acelerada (taquipneia), falta de ar (dispneia), diminuição de urina, confusão mental/agitação e sonolência.

A criatividade dos organizadores da campanha se revelou também ao distribuírem para os colegas confetes de chocolate alaranjados.

“Os confetes representaram os antibióticos, que devem ser ministrados até uma hora após o diagnóstico de suspeita de sepse. Foi uma forma divertida e gostosa que escolhemos para lembrar a todos de uma ação muito importante no combate à sepse”, afirmou Gilson Oliveira.

Como prêmio pelo terceiro lugar no concurso, o AUSTA hospital ganhou convite para ter um representante no 16º Fórum Internacional de Sepse, a ser realizado no Rio de Janeiro, em 2019, e o kit Ilas (camiseta do Dia Mundial da Sepse, canetas e botons).

Sepse mata mais de 230 mil brasileiros por ano

No Brasil, esta causa é responsável por cerca de 230 mil mortes, segundo dados recentes do Instituto Latino Americano de Sepse.

No entanto, é desconhecida por nove em cada dez brasileiros. Por ano, são registrados quase 420 mil casos de sepse.

O que é sepse?

Sepse é uma resposta sistêmica do organismo a uma infecção, que pode ser causada por bactérias, vírus, fungos ou protozoários.

Normalmente, o sistema imunológico entra em ação para atacar a infecção e impedi-la de se espalhar. Mas, se consegue avançar pelo corpo, a defesa do organismo lança uma resposta inflamatória sistêmica na tentativa de combatê-la.

Essa reação também representa um problema, uma vez que pode ter efeitos catastróficos no organismo.

Quando não diagnosticada e tratada rapidamente, pode comprometer o funcionamento de um ou mais órgãos e levar à morte.

Qualquer processo infeccioso – seja pneumonia ou infecção urinária – pode evoluir para um quadro de sepse.

Tags:

Talvez Você Também Goste

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *