CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

Automedicação é risco à saúde e à vida

Cerca de 20 mil pessoas morrem anualmente no Brasil por automedicação, segundo a Associação Brasileira das Indústrias Farmacêuticas (Abifarma).

Esta realidade preocupante ficou ainda mais evidente com a pandemia do novo coronavírus, com a busca desenfreada por tratamentos e o uso abusivo de medicamentos na tentativa de prevenir ou intervir de alguma forma na covid-19.

Risco à saúde 

Ao tomar um remédio ou ministrar para alguém sem a orientação médica, a pessoa põe em risco a saúde de quem recebeu a medicação.

O uso inadequado pode causar reações adversas, intoxicação, dependência e iatrogenia (estado de saúde com efeitos adversos ou agravamentos resultantes do tratamento médico) e até a morte. 

Portanto, antes de tomar qualquer medicamento, deve-se consultar um médico.

Covid-19

Em relação à covid-19, há outra razão para as pessoas não se automedicarem com objetivo de combatê-la. A ciência ainda não apresentou resultados conclusivos sobre o medicamento específico para esta doença.

Assim, o uso de medicamentos que não se comprovaram efetivos é grande fator de risco para a piora da saúde do paciente.

É muito importante que a pessoa busque informação segura e correta com seu médico.

Como usar medicamentos corretamente

  • Use os medicamentos na dose prescrita, nos horários corretos, pelo tempo indicado e da forma adequada;
  • Descarte os medicamentos em coletores próprios;
  • Antes de se medicar, confira a data de vencimento do remédio;
  • Evite guardar os medicamentos em lugares quentes e úmidos;
  • Não fique com dúvidas sobre como utilizar seus medicamentos, procure sempre ajuda do médico, do farmacêutico ou da equipe de saúde;
  • Caso sinta-se mal ou suspeite de reações adversas ao medicamento, procure imediatamente auxílio de um médico, farmacêutico ou de equipe de saúde.

 

Fontes: Ministério da Saúde, Associação Brasileira das Indústrias Farmacêuticas e Universidade Federal de Juiz de Fora.

 

 

Tags:
Skip to content