CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

AIDS avança entre jovens adultos e mulheres idosas

Compartilhar

O número de pessoas infectadas pelo vírus HIV, que causa a aids, diminuiu 40% no mundo, desde o pico da síndrome em 1997. Em 2018, foram cerca de 1,7 milhão de novas infecções, contra 2,9 milhões, em 1997. Por conta deste declínio acentuado, as pessoas vivem, inclusive no Brasil, a sensação de que a aids é passado. Não é.

No Brasil, houve aumento de 21% no número de infecções pelo vírus desde 2010, um crescimento que destoa da tendência mundial, informa o Unaids, o programa conjunto da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre HIV/aids.

O total de pessoas infectadas por ano no Brasil saltou de cerca de 40 mil, em 2010, para 53 mil, em 2018.

Os adultos jovens compõem a faixa etária em que a síndrome mais avança. Segundo a ONU, em 10 anos, os casos de HIV mais do que dobraram entre os brasileiros de 20 a 24 anos.

A aids também avançou de forma impressionante entre a população com mais de 60 anos.

De acordo com o boletim epidemiológico HIV/Aids 2018, do Ministério da Saúde, entre a população feminina a faixa etária a partir dos 60 anos é a que teve maior variação de aumento de casos de confirmação do vírus HIV.

De 2007 a 2017, os diagnósticos cresceram sete vezes, na casa de 657%.

Especialistas atribuem o fenômeno ao aumento da vida sexual dos idosos, proporcionada pelo surgimento de estimulantes, e a falta de receios de gravidez. Com isso, o preservativo fica de lado.

As autoridades públicas de Saúde e especialistas também apontam o desconhecimento como um dos motivos de a síndrome avançar. Portanto, nunca é demais saber.

O que é Aids?

A aids é a doença causada pela infecção do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV é a sigla em inglês). Esse vírus ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T CD4+. O vírus é capaz de alterar o DNA dessa célula e fazer cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção.

Como ocorre a transmissão da AIDS / HIV?

Das seguintes formas:

  • sexo vaginal sem camisinha;
  • sexo anal sem camisinha;
  • sexo oral sem camisinha;
  • uso de seringa por mais de uma pessoa;
  • transfusão de sangue contaminado;
  • da mãe infectada para seu filho durante a gravidez, no parto e na amamentação;
  • instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.

Condutas que não transmitem a Aids

É importante quebrar mitos e tabus, esclarecendo que a pessoa infectada com HIV ou que já tenha manifestado a AIDS não transmitem a doença das seguintes formas:

  • sexo, desde que se use corretamente a camisinha;
  • masturbação a dois;
  • beijo no rosto ou na boca;
  • suor e lágrima;
  • picada de inseto;
  • aperto de mão ou abraço;
  • sabonete/toalha/lençóis;
  • talheres/copos;
  • assento de ônibus;
  • piscina;
  • banheiro;
  • pelo ar.

 

Fontes: Unaids/ONU e Ministério da Saúde

Tags:

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *