CARREGANDO

Digite uma Pesquisa

1º Simpósio de Qualidade e Segurança do Paciente

Compartilhar

O AUSTA hospital realizou, na noite desta quarta-feira (21 de novembro), o 1º Simpósio de Qualidade e Segurança do Paciente, para o qual convidou não só seus médicos e suas equipes de enfermagem e interdisciplinares, mas também de outros hospitais e instituições de saúde de Rio Preto. Além dos temas centrais (qualidade e segurança), o simpósio teve como foco a humanização, o profissionalismo e a responsabilidade social, valores que são pilares para o Grupo AUSTA, suas empresas e seus colaboradores.

Teve a presença também de diretores e líderes da instituição. Revestiu-se ainda de caráter filantrópico. O AUSTA solicitou aos participantes que doassem um quilo de alimento não-perecível, no que foi atendido. Foram arrecadados mais de 80 quilos, que serão destinados a entidades sociais da cidade. 

O toque de descontração foi dado por atores do “Sementes da Alegria”, grupo de 50 voluntários que, vestidos de “médicos palhaços”, diariamente visitam hospitais, levando alegria a crianças internadas. Três “palhaços” recepcionaram os participantes, surpreendendo-os e despertando sorrisos.

 Dr. Mario Jabur Filho, médico cardiologista e diretor presidente do Grupo AUSTA, abriu o seminário enfatizando sua importância.

“Dispomos de tecnologia e parte técnica bem desenvolvidas e temos a cultura da qualidade incorporada na instituição, graças a um trabalho iniciado há muitos anos. Agora, demonstramos o quanto estamos focados em oferecer cada vez mais ambiente e assistência com segurança para os pacientes e nossos colaboradores. Este nosso compromisso é atestado pela conquista da Acreditação ONA de Segurança do Paciente, em 2017, e por diversas outras ações e iniciativas, culminando neste ano com este simpósio”, declarou Dr. Jabur

Na primeira palestra, cujo tema foi “Segurança da Informação x Segurança do Paciente”, Dr. Alexandre Bomfim, médico consultor da empresa Papaia Azul – Gestão em Saúde e consultor ONA, destacou a importância do sigilo das informações do paciente e de se ter um prontuário preciso e completo. “Os dados contidos neste documento, assim como a troca de informações entre os profissionais do hospital sobre o paciente, são tão importantes quanto o tratamento e as condutas de médicos e equipe multidisciplinar em si”, pontuou. “Eles são alicerce da assistência segura”, concluiu.

A mensagem foi reforçada e complementada por Solange Amora Aliandro, especialista em administração hospitalar pelo Proahsa e em qualidade e segurança do paciente pela Universidade de Lisboa, Portugal, ao proferir a palestra “Gerenciamento de Riscos na Área da Saúde”. “Tratar das informações sobre o paciente, com responsabilidade, é fundamental. Somado a isso, as instituições de saúde e seus profissionais devem se capacitar para saber identificar e classificar situações que podem oferecer riscos ao paciente e ao colaborador, para buscar evitá-las ou ao menos minimizá-las”, disse Solange, que é também gerente de qualidade e subcoordenadora de segurança do paciente do Hospital do Servidor Público Estadual e professora do Instituto Racine.

Embora apresentada pelo “médico palhaço” André Moretto, fundador e presidente do Grupo Sementes da Alegria, a terceira participação foi tratada com a seriedade que merece. André lembrou aos profissionais de saúde que “Humanizar é Preciso”, tema de sua palestra. Em sua análise, as tecnologias, mídias digitais e redes sociais, ao mesmo tempo que permitem maior e mais rápida conexão entre as pessoas, as distanciaram. “Acho que o termo correto não é humanizar, mas reumanizar. Precisamos voltar a nos enxergar como humanos”, resumiu o presidente do Sementes de Alegria, que divertiu e encantou cerca de 2.800 crianças pacientes do AUSTA hospital, nos últimos cinco anos.

O 1º Simpósio de Qualidade e Segurança do Paciente encerrou com a palestra “Aspectos Éticos e Legais dos Erros Relacionados à Falha nos Processos de Segurança do Paciente”, apresentada pelo enfermeiro James Francisco Pedro dos Santos, membro do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SP) e da Abenti/Amib.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *