Aumenta Consumo De álcool Entre Jovens Que Experimentam A Bebida Em Fase Escolar

Aumenta consumo de álcool entre jovens que experimentam a bebida em fase escolar

O percentual de jovens que já experimentou bebidas com álcool subiu de 50,3%, em 2012, para 55,5% em 2015, segundo dados do IBGE(Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), através da Pense (Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar).

A pesquisa foi realizada com estudantes do 9º ano de escolas públicas e privadas de todo o país.

A maioria dos jovens ouvidos tem entre 13 e 15 anos, e mesmo com uma diferença pequena, o problema é maior entre as meninas, sendo que 56,1% delas já experimentado álcool.

Entre os meninos, 54,8% admite já ter tomado bebidas com álcool. 

Para o Ministério da Saúde é comum os adolescente buscarem novas experiências e sensações, como o consumo de álcool.

É importante saber que, entre os adolescentes de 12 a 17 anos a taxa de dependentes de álcool é de 7%.

O efeito do álcool nos adolescentes é mais danoso que nos adultos, pois o organismo ainda está em formação.

A bebida pode agir como estimulante em uma primeira fase e deixa a pessoa desinibida e eufórica, mas à medida que as doses aumentam, começam a surgir os efeitos depressores, que levam a diminuição da coordenação motora, dos reflexos e sono.

O uso prolongado pode causar alcoolismo, cirrose e câncer no fígado.

No comportamento, o excesso de álcool provoca agressividade. Boa parte dos registros de violência e acidentes nessa faixa etária, também tem ligação direta e indireta com o uso do álcool.

Além disso, aumenta a vulnerabilidade para infecções sexualmente transmissíveis, pela ausência do uso de preservativo nas relações.

A partir da iniciação, o adolescente se torna mais vulnerável à repetição destes hábitos.

Compra de álcool

Pela legislação brasileira é proibida a venda e o consumo de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos, mas os números mostram outra realidade.

De acordo com a “Pense” a forma mais comum de se conseguir bebidas são as festas, apontadas por 43,8% dos adolescentes que já consumiram álcool, mas 17,8% deles revelaram ter conseguido bebidas com amigos; 14,4% comparam em mercado, loja ou bar; e 9,4% conseguiram a bebida com alguém da própria família.

Pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, o comerciante pego vendendo bebida para menores de idade, pode ser punido.

Adolescentes lembre-se que, o álcool é a principal porta de entrada para o consumo de outras drogas.

Consulte sempre um médico e siga suas orientações.

Fontes: Portal da Saúde Ministério da Saúde; e Porta do IBGE (Pense)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.