Austa Hospital Apresenta Sua Experiência Em “Segurança Materno Infantil”, No VIII Simpósio De Segurança Do Paciente, Da REBRAENSP

Austa hospital apresenta sua experiência em “Segurança Materno Infantil”, no VIII Simpósio de Segurança do Paciente, da REBRAENSP

Rio Preto foi sede, na última sexta-feira (27 de outubro), do VIII Simpósio de Segurança do Paciente, promovido pelo Núcleo Rio Preto da Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente (REBRAENSP), reunindo profissionais de hospitais e demais instituições de saúde da região. O tema desta 8ª edição foi “Segurança Materno Infantil”, sobre o qual, sete profissionais de hospitais da região apresentaram suas práticas e experiências de sucesso.

Uma das palestrantes foi a enfermeira Ariane Garcia, do AUSTA hospital, que apresentou o plano de alta na sua Unidade Materno Infantil.

A enfermeira Maristela Maricato, gerente de Assistência do Austa hospital e uma das coordenadoras do Núcleo Rio Preto da REBRAENSP, explica a importância do Simpósio. “Embora os profissionais da Saúde sigam protocolos comuns, o Simpósio proporciona a oportunidade de trocarmos conhecimento, experiências e soluções com o objetivo comum de melhorar o atendimento à população”, afirmou Maristela.

O Simpósio foi aberto com a palestra da enfermeira Aline Clapis, do Hospital Infantil Sabará, de São Paulo, que falou sobre qualidade e segurança na Pediatria, além de apresentar o PEWS (Pediatric Early Warning Score), um sistema de classificação de risco utilizado para mensurar o agravamento precoce estado clínico da criança. Estudos indicam que alterações de sinais fisiológicos nas crianças precedem em horas a situação de deterioração do estado clínico, portanto a identificação precoce do risco permite às equipes médica e de enfermagem rever e readequar o nível de cuidados e assistência de alta qualidade.

Aline abordou também a importância da utilização das seis metas do protocolo internacional de segurança do paciente, vigentes no Austa hospital, que são: identificar corretamente o paciente, melhorar a comunicação entre os profissionais de saúde, melhorar a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos, assegurar cirurgia em local de intervenção, procedimento e paciente corretos, higienizar as mãos para evitar infecções e reduzir o risco de quedas e úlceras por pressão.

Após sua palestra, ela elogiou o Simpósio: “Atualização é fundamental, principalmente para nós, que lidamos com vidas. Acredito que eventos como este são muito ricos pela troca de conhecimentos e por permitir-nos colocar em prática boa parte do conteúdo apresentado.”

The NextGEN gallery with ID/slug: 23 does not exist or is empty.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *