Raiva pode matar animais e humanos. Vacine seu bichinho de estimação

Menos comum atualmente, a raiva é uma doença extremamente grave, que leva a morte os animais infectados por ela.

Humanos também podem ser contaminados e são poucos os casos de cura registrados.

Por isso é fundamental manter seu bichinho de estimação vacinado, que é uma forma de prevenção.

A doença é passada de um animal para outro, ou para um humano, pelo contato com a saliva através de mordida, arranhões, lambida em feridas abertas ou mucosas.

Na maioria dos casos, especialmente nas cidades, humanos são contaminados por cães e gatos.

Um caso especial são os morcegos, que na maioria das vezes estão contaminados, então se a pessoa for mordida por um, ou presenciar algum mordendo outro mamífero, como um cão, é preciso procurar ajuda especializada o quanto antes.

Pessoas expostas ao risco de contrair a doença, devido à função que desenvolvem, como veterinários ou trabalhadores de pet shop, devem tomar a vacina de maneira preventiva. 

Prevenção da Raiva

A vacina antirrábica é a forma mais segura de prevenção, por isso deve ser aplicada em cães e gatos ainda filhotes, a partir de três meses de vida.

Outras maneiras dos humanos ficarem longe da raiva são:

  • Mantenha seus animais de estimação longe da rua, e faça os passeios com guias e coleiras.
  • Cuidado ao tocar em animais desconhecidos, que estejam na rua ou machucados.
  • Se for apartar uma briga entre animais, tente usar algum objeto, como um pedaço de madeira, para evitar uma mordida.
  • Cuidado ao mexer com fêmeas que estejam com suas crias, e com animais que estejam comendo.
  • Caso tenha sido mordido é importante observar o animal por 10 dias. Se ele continuar sadio durante esse período é porque não está contaminado com a raiva, e o humano não corre risco.
  • Se não for possível observar o animal durante o período, aja como se ele tivesse infectado e cuide-se. A primeira medida é lavar o ferimento com água e sabão e procurar orientação médica.

Sintomas da Raiva

O tempo de incubação da doença é variável, podendo levar de dez dias a duas semanas para aparecem os sintomas no cão, e até 45 dias nos humanos.

A raiva é uma infecção aguda do sistema nervoso central, que causa sua disfunção.

Entre os sintomas estão: confusão mental; desorientação; agressividade; alucinações; convulsões; dificuldade de deglutiçãoparalisia motora; espasmos; e salivação excessiva.

Em geral, a doença leva à morte, especialmente animais, sendo raros os casos de cura em humanos.

Embora não aja um tratamento específico, o animal é induzido ao coma profundo, e faz uso de antivirais.

O humano deve ser mantido em isolamento, em um local com baixa luminosidade e incidência de ruídos. 

Fontes – Sites: Cachorro Gato; Boa Saúde (Link – artigos de saúde); Prefeitura de São Paulo e ABC Med (Sinais, Sintomas e Doenças).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *