AUSTA Hospital Conquista A Acreditação ONA De Segurança Do Paciente

AUSTA hospital conquista a Acreditação ONA de Segurança do Paciente

O AUSTA hospital conquistou, no dia 18 de dezembro, a Acreditação ONA, certificação que atesta que a instituição atende aos critérios de segurança dos pacientes e colaboradores em todas as áreas de sua atividade, incluindo aspectos estruturais e assistenciais. A Acreditação ONA é reconhecida pelo Ministério da Saúde e pela Sociedade Internacional de Qualidade em Cuidados de Saúde (ISQua – International Society for Quality in Health Care), associação parceira da Organização Mundial da Saúde (OMS) e que conta com representantes de instituições acadêmicas e organizações de mais de 100 países.

A certificação foi dada pela ONA (Organização Nacional de Acreditação), depois de auditoria realizada no Hospital, na qual constatou-se que o AUSTA atende aos requisitos de segurança do paciente. “A conquista da Acreditação ONA é mais uma importante demonstração para a sociedade, em particular, para nossos pacientes, de que a cultura da segurança e da qualidade está inserida no Grupo e norteia todas as ações de nossos colaboradores, e já há muitos anos”, declarou o diretor-presidente do AUSTA, o médico cardiologista Mário Jabur Filho. Durante todo o período de validade do certificado, o AUSTA hospital continuará sendo avaliado pela Organização Nacional de Acreditação.

Desde meados de 2004, o AUSTA hospital está comprometido com as seis metas internacionais de segurança do paciente, estabelecidas pela Joint Commission International, em parceria com a Organização Mundial da Saúde (conheça a seis metas mais abaixo). Desde então, o Hospital integra um movimento que vem evoluindo no Brasil, no qual as instituições de saúde adotam cultura organizacional por meio de planejamento, processos e protocolos, com objetivo de oferecer melhor atendimento e serviços de excelência a todos seus clientes, com total segurança.

Como consequência deste movimento, desde 2013 o AUSTA hospital instituiu o Núcleo de Segurança do Paciente e seu Plano de Segurança, que funcionam de acordo com diretrizes da Anvisa e do Ministério da Saúde. “Estas iniciativas demonstram o quanto nosso Grupo considera imprescindível ter procedimentos, ações e colaboradores com uma cultura que privilegie e garanta qualidade e segurança das pessoas que passam por nossa instituição. A conquista da Acreditação é consequência desta cultura da nossa organização”, declara o diretor-presidente. Esta cultura se converte nos procedimentos e atitudes diários dos colaboradores e no gerenciamento de seus protocolos assistenciais, tudo conduzido com critério e responsabilidade.

12 meses de mobilização e empenho dos colaboradores

Para conquistar a Acreditação ONA, os colaboradores do AUSTA hospital dedicam-se há anos e especificamente, nos últimos 12 meses, a análise e revisão de todos os processos dos indicadores básicos de qualidade e segurança. “O sucesso deste árduo trabalho deve-se ao total envolvimento de nossas lideranças e de todos os nossos profissionais – médicos, assistenciais, administrativos e auxiliares durante todas as etapas”, afirma a enfermeira Maristela Maricato, gerente Assistêncial do AUSTA hospital.

A Sétima Arte inspira a campanha “acreditAUSTÃO”

Para mobilizar as centenas de colaboradores em torno do desafio da Acreditação ONA, o AUSTA hospital valeu-se de muita criatividade e promoveu uma campanha interna inspirada na magia da Sétima Arte, o cinema. Criatividade expressa já no nome da campanha: “acreditAUSTÃO – Qualidade Certificada em Cena”, que ganhou todos os ambientes do Grupo AUSTA com displays, folders, porta-canetas e outras peças bastante coloridas.

A campanha surpreendeu ao estampar mensagens sobre a segurança do paciente em típicos cartazes que anunciam filmes. As mensagens motivacionais tinham sempre relação com enredos de megassucessos como “Esqueceram de Mim”, “007” e “Titanic”, entre outros. Durante meses, o AUSTA ganhou ares de um complexo de salas de cinema. “Para cada um de nossos colaboradores, a Acreditação ONA tem também o gostinho da conquista de um Oscar. Afinal, ele foi o protagonista desta grande ‘obra cinematográfica”, afirma Luciana Rocha, gerente de Marketing do Grupo AUSTA.

Segundo o diretor-presidente do Grupo, os desafios não terminam. O AUSTA hospital busca, desde já, o próximo nível da ONA, o Acreditado Pleno, e, por fim, o nível mais alto, o Acreditado com Excelência. “Estamos convictos de que conquistaremos todos os níveis de Acreditação, pois faz parte da cultura do AUSTA aprimorar continuadamente nossos serviços e protocolos assistenciais, oferecendo atendimento de qualidade aos nossos pacientes”, finaliza Dr. Mário Jabur Filho.

Saiba mais sobre a certificação e a Acreditação ONA

A ONA (Organização Nacional de Acreditação) certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, tendo como foco principal a segurança do paciente. Sua metodologia de avaliação atende a padrões internacionais de qualidade e segurança. O manual de acreditação ONA é reconhecido pela ISQua (Sociedade Internacional pela Qualidade no Cuidado à Saúde, na sigla em inglês), instituição parceira da OMS (Organização Mundial da Saúde) e que tem entre seus membros especialistas e organizações de saúde de mais de 100 países.

A Organização Nacional de Acreditação (ONA) é uma entidade não governamental e sem fins lucrativos que coordena um processo de certificação voltado para a qualidade de serviços de saúde, que tem como foco principal a segurança do paciente. Sua metodologia de acreditação é reconhecida pela ISQua (International Society for Quality in Health Care), associação parceira da OMS e que conta com representantes de instituições acadêmicas e organizações de saúde de mais de 100 países.

Fundada em 1999, a ONA se consolidou como a principal acreditação de saúde do país. Seus manuais são específicos para diversos tipos de estabelecimentos: hospitais, ambulatórios, laboratórios, serviços de pronto atendimento, home care, clínicas odontológicas, clínicas de hemoterapia, serviços de
terapia renal substitutiva e serviços de diagnóstico por imagem, radioterapia e medicina nuclear. A ONA também certifica serviços de apoio a instituições de saúde, como lavanderia, dietoterapia, esterilização e manipulação, bem como programas da saúde e prevenção de riscos operacionais. 

Conheça as seis metas de segurança do paciente, adotadas pelo AUSTA hospital desde 2004

Meta 1 – Identificação correta dos pacientes

Identificar corretamente cada paciente atendido no hospital é o primeiro passo para uma assistência segura.

Meta 2 – Comunicação efetiva entre a equipe

Uma assistência segura depende de uma comunicação eficaz entre os profissionais de saúde e entre setores, garantindo, de forma oportuna, completa e clara, a transmissão de informações que irão favorecer a continuidade do atendimento, de maneira correta e segura.

Meta 3 – Uso de medicamentos com segurança

Envolve o armazenamento, prescrição, dispensação, administração e monitoramento dos efeitos após administração.

Meta 4 – Cirurgia Segura

A Organização Mundial da Saúde estabeleceu diretrizes para promover a segurança durante procedimentos cirúrgicos, definindo etapas e responsabilidades para toda equipe multiprofissional. O objetivo é garantir que o procedimento correto seja feito no paciente correto, no local correto, com todos os recursos necessários disponíveis. Para tanto, há um conjunto de ações realizadas, desde o agendamento cirúrgico até o período pós-operatório.

Meta 5 – Redução do risco de infecções através da lavagem das mãos

A principal atividade para a prevenção e eliminação de infecções é a higiene adequada das mãos.

Meta 6 – Prevenção e redução de danos decorrentes de quedas e redução de lesões por pressão

Cada paciente é avaliado para identificar se apresenta propensão maior a sofrer queda, em função das condições clínicas atuais ou de fatores predisponentes. Risco identificado, os profissionais adotam medidas preventivas e orientam o paciente e acompanhantes. Além disso, o hospital possui ambiente que visa minimizar os riscos, disponibilizando mobiliários adequados e estrutura física planejada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *